8 erros comuns no manejo da tigre d’água

Entre os répteis da família dos quelônios que podem ser criados e comercializados, ou seja, que possuem autorização do Ibama, está a tartaruga tigre d’água (Trachemys dorbigni), espécie nativa encontrada, principalmente, nas regiões da Lagoa dos Patos e o Banhado de Taim, no Rio Grande Sul.
Como animais do grupo dos ectotérmicos, isto é, que possuem sangue frio e temperatura do corpo correspondente à do ambiente, para serem criados em cativeiro precisam de infraestrutura que resguarde sua saúde e bem-estar, como viver em ambientes com temperaturas amenas.
Informar-se sobre suas necessidades é o primeiro passo para quem pensa em ter uma delas como pet, o que infelizmente a maioria das pessoas não faz. A seguir, saiba os principais erros que os tutores cometem na criação dessa espécie e descubra como corrigi-los.
Saiba mais adquirindo a edição 456 da revista Cães & Cia.

https://www.editoratopco.com.br/loja/caes-e-cia/categoria