Dachshund Miniatura de Pelo Curto: pequeno e notável

 

Quindim da Boa Barba, Dachshund Miniatura de Pelo Curto que se destaca no plantel atual do canil Boa Barba – Foto: Thábia Padoin
Baixo e comprido, ele tem aparência cativante e, quando típico, é equilibrado, valente e seguro de si

Até 2006, a Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC) não divulgava o número de pedigrees concedidos a cada uma das variedades de Dachshund, que abrangem três diferentes tamanhos e três distintas pelagens. Em 2007, 430 Dachshunds Miniaturas de Pelo Curto foram registrados pela entidade, a maior quantidade entre os nove tipos. “Muitos anos atrás os Dachshunds maiores eram os mais comuns nas casas dos brasileiros, mas já há bastante tempo os mais requisitados são os Miniaturas, em particular os de pelo curto”, informa Oscar Plentz, do canil Boa Barba, de Porto Alegre. 

 

No entanto, tais valores foram, em geral, caindo. Em 2019, por exemplo, apenas 156 exemplares da variedade foram registrados pela CBKC, o que a fez perder a 1ª colocação entre os Dachshunds para o Miniatura Pelo Longo, que acumulou 172 pedigrees recebidos. “Nos últimos anos, surgiram outras entidades que emitem registros. Em geral, elas oferecem preços mais baixos que os da tradicional CBKC e acabam ganhando a preferência dos canis menos renomados”, comenta Anderson Quaresma, do canil Hunter Jô, de Araçoiaba da Serra, SP. “Essas associações não divulgam a quantidade de pedigrees concedidos para as raças e, portanto, os números da CBKC não representam a realidade da criação da variedade no Brasil”, completa ele, que é presidente do Conselho Brasileiro da Raça Dachshund. “E, além dessa alternativa de registro fora da CBKC, há também canis de pouca qualidade que não registram seus exemplares”, acrescenta Oscar.

Existem hoje cerca de dez criadores no País trabalhando com o Dachshund Miniatura de Pelo Curto. “As pessoas, mesmo que passem por uma nova experiência com outra raça, acabam sendo saudosistas e voltam a adquiri-lo”, diz Anderson. “Esses cães são realmente muito procurados por aqueles que já tiveram um antes”, confirma Oscar.

No exterior

Em 2019, no Reino Unido, 8.375 Dachshunds Miniaturas de Pelo Curto foram registrados pelo The Kennel Club (TKC), a 8ª maior quantidade entre 221 cães e a 1ª considerando os hounds (cães que caçam farejando o solo). “Tem sido vinculada por aqui uma campanha publicitária da empresa Vitality que apresenta um Dachshund Miniatura de Pelo Curto preto com manchas castanhas e, de repente, todos querem um cão exatamente como o da propaganda”, relata Maureen Poole, do comitê do Miniature Dachshund Club, do Reino Unido. O padrão adotado pelo TKC – assim como o do American Kennel Club (AKC) dos Estados Unidos e o de outros países de língua inglesa – estabelece apenas dois tamanhos para Dachshunds: Miniatura, cujo peso ideal por este documento é de 4,5 kg e o máximo desejado é de 5 kg, e Standard, que vai de 9 a 12 kg (enquanto o padrão AKC estabelece que o Miniatura geralmente pesa 5 kg ou menos e o Standard de 7,2 kg a 14,5 kg). Já nos países afiliados à Federação Cinológica Internacional (FCI), caso do Brasil, ainda há um tamanho menor, o Kaninchen. “Os que pertencem a este último são registrados nos Estados Unidos e no Reino Unido como Miniaturas, sendo que, em média, o Dachshund Miniatura de Pelo Curto do sistema FCI pesa de 4 a 5,5 kg, o Kaninchen 3,5 kg e o Standard 10 kg”, explica Oscar.

Anderson e Oscar afirmam também existir muitos Dachshunds Miniaturas de Pelo Curto em países como Estados Unidos – onde o AKC não divulga a quantidade anual de pedigrees emitidos para essa variedade, apenas a colocação geral do Dachshund como um todo no ranking de registros: em 2019, ele ficou na 11ª posição entre 193 raças –, Austrália (o Australian National Kennel Council registrou 804 Dachshunds Miniaturas de Pelo Curto em 2019) e Japão. 

Considerando os países membros da FCI, tudo indica que este último seja a nação que contou com a maior quantidade de registros para a variedade em 2019. Quanto aos Dachshunds, o Japan Kennel Club (JKC) divulga a quantidade de registros apenas por tamanho, não por variedade de pelagem e, no referido ano, 19.802 Dachshunds Miniaturas foram registrados pelo JKC. Os de pelagem longa são os Dachshunds mais populares na nação nipônica: o juiz de todas as raças Sei-ichiro Ishimaru, do Japão, estima que cerca de 30% do total eram Miniaturas de Pelo Curto. Ou seja, ao redor de 6 mil exemplares, o que colocaria a variedade em 11º lugar entre cerca de 140 cães no ranking de registros. “As razões para a sua popularidade por aqui são: facilidade de manutenção; físico pequeno, mas resistente; esperteza; boa saúde”, enumera o criador japonês Atsuyoshi Kuroki, do Paradox Kennel. 

Por ser menor que o Standard, o Dachshund Miniatura é mais fácil de ser carregado – Foto: João Alexandre – Show Dog TV/ Nome do cão: Sula da Boa Barba

Funções

Na Europa (incluindo a Alemanha, país de origem do Dachshund) e nos Estados Unidos, os exemplares da variedade são utilizados para a caça de animais que vivem em tocas. “Sou proprietária de um incrível Dachshund Miniatura de pelo curto que tem trabalhado de maneira excelente embaixo da terra, na caça a marmotas, que atormentam os agricultores no leste do meu país”, informa Trudy Kawami, tesoureira do Dachshund Association of Long Island, nos Estados Unidos. “Alguns Dachshunds dessa variedade foram treinados para caçar e matar ratos em um de nossos zoológicos. Os Miniaturas têm excelentes habilidades olfativas e aprendem rapidamente, mas não demonstram maior capacidade para fazer isso do que os Standards. No entanto, por serem menores, possuem maior facilidade de transporte e, portanto, são mais prontamente utilizáveis”, acrescenta Vicky Spencer, secretária de registros do Dachshund Club of America (DCA), também dos Estados Unidos.   

No Brasil, as caçadas são proibidas e, assim, por aqui esses cães são primordialmente utilizados como companhia. “Também no Japão, a maioria dos Dachshunds Miniaturas de Pelo Curto não trabalha, são apenas mantidos como pet”, relata Kuroki. “O mesmo ocorre no Reino Unido”, diz Maureen.

O Dachshund Miniatura de Pelo Curto costuma ter bom convívio com outros cães – Foto: Arquivo do dono (Marcos Nozella)/ Criador do Dachshund: canil Hunter Jô/ Nomes dos cães: Lisa (Dachshund) e Dave (Lhasa)
“O Miniatura de Pelo Curto típico sempre se caracterizou pelo bom relacionamento com crianças”, diz Anderson – Foto: Arquivo do proprietário (Felipe Pivatelli)/ Nome do cão: Frank Stallone (Rocky)
Se acostumado com outros bichos desde pequeno, o Dachshund Miniatura de Pelo Curto não os encarará como presa – Foto: Arquivo do proprietário (Fernanda Barretto)/ Criador do cão: canil Hunter Jô

 

Como companheiro, o Dachshund Miniatura de Pelo Curto possui várias qualidades: “Em primeiro lugar, o tamanho, que permite ao dono viajar com o exemplar para qualquer lugar. Por exemplo, as companhias aéreas exigem que o cão tenha no máximo 8 kg para transportá-lo dentro de uma cabine e, assim, o Dachshund Miniatura possui essa vantagem em relação ao Standard”, afirma Anderson. Outro motivo refere-se ao pelo curto. “A pessoa mesma pode dar banho, não fica refém de um serviço de banho e tosa”, ressalta ele.

Sobre o temperamento, Anderson destaca o fato de o Dachshund Miniatura de Pelo Curto ser muito inteirado com a família e se adaptar a ela por inteiro. “Se há três gerações dentro de casa, ele vai exibir comportamento adulto com a pessoa adulta e assistirá TV o dia inteiro com a idosa, mas bastará chegar uma criança para sair, correr e brincar”, descreve o criador. “São atentos, carinhosos, gostam de ficar junto e, quando típicos, não latem muito”, diz Oscar. 

Outras utilizações

 Existem Dachshunds Miniaturas de Pelo Curto que exercem atividades de farejamento. “Os cães dessa variedade foram desenvolvidos para caçar e usar seu olfato e não à toa conheço vários deles que se destacam nas provas de faro desenvolvidas pelo AKC”, conta Jamie Sexton, membro do comitê de eventos de performance do DCA. “Conheço Dachshunds Miniaturas de Pelo Curto envolvidos com trabalhos de busca e resgate”, conclui ela.

Filhotes exibindo diversas das cores previstas pelo padrão CBKC/FCI para o Dachshund Miniatura de Pelo Curto – Foto: Arquivo do criador dos cães (canil Hunter Jô)

“No Reino Unido há alguns Dachshunds Miniaturas de Pelo Curto atuando como cães de terapia, principalmente em lares de idosos: há exemplares da variedade amigáveis a ponto de se deixar manusear por pessoas completamente estranhas a eles”, conta Maureen, que explica ainda que a maioria dos Dachshunds Miniaturas de Pelo Curto que atuam nessa área naquele país pertence a proprietários particulares que trabalham para a organização PAT (Pets as Therapy) dogs. “Ao longo da minha criação eu já doei exemplares para lares com crianças com déficit de atenção, síndrome de Down e autismo. O resultado foi extremamente positivo, eles realmente se tornaram ótima companhia”, informa Anderson. “Os próprios pais e psicólogos que acompanham os casos sempre relataram melhoras, pois a criança se torna mais sociável, menos tímida. Esses cães são bem receptivos a brincadeiras”, completa o criador.

Nas pistas

Sula da Boa Barba: ela deverá ser o Dachshund Miniatura de Pelo Curto número 1 de 2020 pela CBKC – Foto: Thábia Padoin

Nas exposições cinófilas do sistema da FCI os Dachshunds têm seu grupo próprio, o 4º, no qual esses cães competem pelo título de melhor de raça em suas divisões de pelagem e tamanho e, posteriormente, pelo final do grupo, onde a disputa passa a ser entre as variedades. 

No Brasil, em 2019, 24 Dachshunds Miniaturas de Pelo Curto participaram das exposições da CBKC contra 40 Standards de Pelo Curto. “Já há algum tempo os criadores do Standard Pelo Curto estão mais presentes nesses eventos que os de Miniatura de Pelo Curto. Considerando este último, participaram das competições brasileiras nos últimos dois ou três anos o canil do Oscar, uma criadora de São Paulo e o meu canil”, relata Anderson. “Não basta o criador achar que possui exemplares belos e corretos: o produto de sua criação deve ser posto a análise de juízes especialistas”, completa Oscar. “No Japão, os Miniaturas de Pelo Longo são os Dachshunds mais presentes nos eventos: mesmo assim, nossas especializadas costumam reunir cerca de 30 a 40 Miniaturas de Pelo Curto”, informa Kuroki.

Hunter Jô Boom, melhor Dachshund Miniatura de Pelo Curto pelo ranking CBKC de 2018 – Foto: Arquivo do canil Hunter Jô
“A coluna vertebral correta é fundamental para a saúde desse cão, pelas suas próprias características”, diz Oscar – Foto: Emerson Oliveira/ Nome do cão: Zira da Boa Barba

Manejo adequado

 Anderson recomenda que os exemplares desta variedade sejam banhados mensalmente ou, no máximo, quinzenalmente. “Se o proprietário de um Dachshund Miniatura de Pelo Curto escová-lo uma vez por semana com escova de luva, que tira os fios mortos por fricção, todo o pelo que iria cair durante uma semana sairá em três a cinco minutos”, afirma o criador.

Para estar bem fisicamente, o Dachshund Miniatura de Pelo Curto deve dispor de atividade, como caminhadas diárias de cerca de meia hora. “Deve-se também cuidar muito da alimentação, pois esses cães têm grande tendência para engordar e a obesidade é muito maléfica para eles: como já são baixos chegam a ficar se arrastando no chão e perdem totalmente a mobilidade, agilidade e alegria”, alerta Oscar. “O sobrepeso gera problemas de coluna e nos ligamentos desses cães”, ratifica Anderson. 

Ele garante que o Dachshund Miniatura de Pelo Curto de boa linhagem, vindo de canil que trabalha para o aprimoramento da construção anatômica do cão, pode chegar longe quanto à expectativa de vida. “Eu tenho exemplares comigo e outros com proprietários que estão com 12, 14, 16 anos, saudáveis, sem nenhum tipo de limitação ou problema osteomuscular”, conta o criador.


Agradecimentos:

Anderson e Jô Quaresma e Raquel Oliveira, canil Hunter Jô – (15) 99600-7023, www.hunterjo.com.br, canilhunterjo@gmail.com, Facebook: canil Hunter Jô, Instagram: @canilhunterjo

Atsuyoshi Kuroki, Paradox Kennel – paradox.3189@gmail.com

Oscar Plentz, canil Boa Barba – (51) 3266-7057, 99984-9519, 99982-9229, www.boabarba.com.br, oscar@opma.adv.br, Facebook: Canil Boa Barba, Instagram: canil_boabarba

 


Clique aqui e adquirá já a edição 489 da Cães & Cia!


 

 

Links importantes:

Quer anunciar na revista: conheça os formatos aqui
Leia alguns destaques da edição atual aqui
Conheça todas as publicações da Editora Top Co aqui
Para comprar a edição atual ou anteriores, acesse
Assine por 2 anos e leve 10 exemplares de revista + 2 Anuários de raças, acesse